pagina inicial Petrobras
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Centro de Visitantes de Florianópolis ganha museu e outras melhorias

26/05/2011 - Os novos investimentos que acabaram de chegar vão ampliar a qualidade no atendimento e a oferta de atrativos e serviços. ↓

Centro de Visitantes de Florianópolis ganha museu e outras melhorias

Floripa em obras para ampliar a qualidade no atendimento, atrativos e serviços

O Centro de Visitantes do Tamar/Florianópolis, em Santa Catarina, acaba de ganhar novos investimentos, incluindo a construção do museu, para ampliar a qualidade no atendimento e nos atrativos e serviços oferecidos, como afirma a coordenadora regional do Projeto em Santa Catarina, a biologa Juçara Wanderlinde. “Concluimos a parte de construção civil do museu e agora trabalhamos na implantação do acervo, que está sendo aumentado aos poucos, conforme vamos preparando o material (esqueletos diversos, cranios, cascos, animais em formol, etc)”, acrescenta. A sala de vídeo foi ampliada, dobrando sua capacidade para 60 pessoas, e tem novos equipamentos.

Florianópolis sedia a mais nova base do Projeto Tamar, inaugurada em 2005, em uma área de cinco mil metros quadrados na praia da Barra da Lagoa, a 25km do Centro, na costa leste da ilha. Tem papel estratégico na redução da captura incidental de tartarugas marinhas pela pesca industrial e artesanal, altamente desenvolvida no litoral sul do país.

Conta com estruturas administrativa e de quarentena para tratamento dos animais, além do Centro de Visitantes, onde há tanques de observação de animais com três das cinco espécies que desovam no Brasil; espaço infantil para desenho e recreação; museu, sala de video e loja para venda de produtos Tamar; além de espaço equipado para shows musicais e outros eventos culturais. Todo o complexo de lazer, informação, educação e sensibilização ambiental gera 24 empregos diretos.

O Centro de Visitantes de Florianópolis mantém também exposição permanente com réplicas de animais marinhos e painéis explicativos e fotográficos sobre o trabalho desenvolvido pelo Tamar no Brasil e, especificamente, na região sul. Contém ainda explicações sobre as artes de pesca que capturam incidentalmente tartarugas marinhas e um mapa mostrando os locais de concentração desses animais no litoral sul.

Desde sua criação  até dezembro último, o Centro já recebeu mais de 260 mil visitantes. Atendeu cerca de 1.500 escolas e  aproximadamente 50 mil estudantes.

Tartaruga Oliva

Vitória - ES

Centro de Visitantes

Mais informações - Visualizar informações anteriores

Petrobras