pagina inicial Petrobras
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Tartarugas marinhas e os ciclos que se renovam: cartilha de crianças para crianças

22/01/2016 - Dez anos de Escolinha do TAMAR! Leia mais. ↓

Os alunos da Escolinha do TAMAR, que completou dez anos em 2015, elaboraram uma nova cartilha sobre as tartarugas marinhas. Toda ilustrada com a ajuda das crianças, mostra as diferentes fases do longo ciclo de vida desses animais ainda ameaçados de extinção. Traz informações e curiosidades sobre as cinco espécies que ocorrem no Brasil, suas principais áreas de alimentação e reprodução, comportamentos e algumas descobertas científicas do TAMAR desde que começou o seu trabalho em 1980. A cartilha foi lançada no final de 2015 com uma linda apresentação da "Tata Meu Boi"  para os familiares e as comunidades em Arembepe e na Praia do Forte, na Bahia.

   

A cada ano um tema sobre tartarugas marinhas e seu ambiente é escolhido. Como produto de final de curso, a cartilha é criada com a compilação das atividades desenvolvidas. A Escolinha do TAMAR acompanha a história da comunidade, incentivando atitudes positivas no dia a dia na convivência com a natureza. Na apresentação da “Tata Meu Boi” personagens como o boiadeiro e o boi foram substituídos pelo pescador e pela tartaruga marinha, e a história, adaptada à realidade local, é familiar aos alunos. “Acreditamos que esse processo educativo seja determinante para a identificação dos alunos com o meio ambiente, contribuindo com a formação de cidadãos conscientes e capazes de atuar em seus contextos sociais”, explica a bióloga do TAMAR, Manuela Borja. 


Tata Meu Boi

História

O Projeto TAMAR atua em Arembepe, Camaçari/BA desde 1983 desenvolvendo atividades de proteção e manejo das tartarugas marinhas. Com o passar dos anos e o envolvimento do Tamar com a comunidade, ficou evidente a necessidade de que algo deveria ser feito para minimizar a exposição das crianças e adolescentes aos riscos sociais presentes nesta região, periferia de Salvador.

A Escolinha do TAMAR atende anualmente 60 crianças com faixa etária entre 6 e 14 anos, divididas em duas turmas (matutino e vespertino). As aulas são ministradas gratuitamente 3 vezes na semana por um período de 3 horas, em horário oposto ao da escola regular, condição para participar. Foi idealizada inicialmente como um programa de educação ambiental e inclusão social pela Fundação Pró-Tamar com apoio da Avina e contou com apoio da Unesco–Criança Esperança para sua implantação.

Clique na imagem e baixe a cartilha de 2015:

Outras cartilhas:

Alunos da Escolinha do Tamar finalizaram ano com nova cartilha

Cartilha mostra tradição da pesca e visões de futuro da comunidade

TAMAR - Criado há 35 anos, o Projeto TAMAR é uma soma de esforços entre a Fundação Pró-TAMAR e o Centro Tamar/ICMBio. Trabalha na pesquisa, proteção e manejo das cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil, todas ameaçadas de extinção: tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta), tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata), tartaruga-verde (Chelonia mydas), tartaruga-oliva (Lepidochelys olivacea) e tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea). Protege cerca de 1.100 quilômetros de praias e está presente em 25 localidades, em áreas de alimentação, desova, crescimento e descanso das tartarugas marinhas, no litoral e ilhas oceânicas dos estados da Bahia, Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina. Reconhecido internacionalmente como uma das mais bem sucedidas experiências de conservação marinha do mundo, seu trabalho socioambiental, desenvolvido com as comunidades costeiras, serve de modelo para outros países. O Projeto TAMAR tem o patrocínio oficial da PETROBRAS desde 1983, através do programa PETROBRAS Socioambiental, e nos nove estados brasileiros onde atua recebe diversos apoios locais.

Tartaruga Cabeçuda ou Mestiça

Ubatuba - SP

Centro de Visitantes

Mais informações - Visualizar informações anteriores

Petrobras