pagina inicial Petrobras
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Tamar participou de curso de captura de tartarugas marinhas nas Ilhas Bermudas

17/09/2016 - 20º Curso Internacional de Captura de Tartarugas Marinhas promovido pelo Bermuda Turtle Project. Leia mais ↓

Tamar participou de curso de captura de tartarugas marinhas nas Ilhas Bermudas

Foto: Jennifer Gray

Entre os dias 7 e 19 de agosto, o Tamar esteve no 20º Curso Internacional de Captura de Tartarugas Marinhas, realizado nas Ilhas Bermudas, promovido pelo Bermuda Turtle Project (BTP), junto com outros 8 participantes de diferentes lugares como Itália, Colômbia, Anguila e Estados Unidos. O BTP iniciou as atividades em 1968, com foco no estudo de tartarugas juvenis que habitam a ilha, de lá pra cá já foram registradas pelo menos 88 recapturas internacionais, principalmente na Nicarágua, seguido de Cuba e Venezuela. Leia o que conta o biólogo do Tamar Noronha-PE, Felipe Bortolon, sobre como foi a experiência e o que fez durante as duas semanas em que esteve envolvido com o curso.

“Colaborei no resgate a tartarugas capturadas em rede de emalhe, utilizada para esta finalidade, e tive a oportunidade de praticar uma das técnicas que usamos em Fernando Noronha, onde normalmente as tartarugas são capturadas para pesquisa sem rede, apenas com o uso de máscara e nadadeiras é feita a aproximação para captura com as mãos. Na primeira oportunidade tive sucesso com 6 pequenas tartarugas-verdes e assim contribuí com o objetivo do trabalho. Ao final da atividade, fui homenageado com o registro fotográfico feito pela Jennifer, com todas as “minhas” tartarugas nos meus braços! Terminei o curso colaborando com a captura de 12 tartarugas-verdes e 1 tartaruga-de-pente (a única captura dessa espécie durante o curso). Em alguns locais onde a rede foi armada, foram capturadas mais de 50 tartarugas-verdes em 2h de atividade.

Todas as 227 tartarugas capturadas ao longo do curso passaram por processo de identificação e coleta de dados, foram devolvidas ao mar vivas e em ótima condição de saúde, no mesmo local onde foram capturadas. Algumas das técnicas que vimos durante o curso contribuem com a conservação das tartarugas marinhas localmente e globalmente. Isto, dentre diversas outras razões, justifica a capacitação anual promovida pelo BTP de pessoas de diferentes nações, que acabam por integrar uma rede de conservação e pesquisa das tartarugas marinhas mundial.

Além do contato com as tartarugas das Ilhas Bermudas, a troca de conhecimento entre os participantes e a coordenação do curso, principalmente os Drs. Anne e Peter Meylan, que dedicaram e ainda dedicam boa parte do tempo à conservação das tartarugas marinhas e à produção do conhecimento científico, com reforço da coordenadora do Bermuda Turtle Project, Jennifer Gray, e Robert Hardy, pesquisador do Florida Fish and Wildlife Institute, foram fundamentais para complementar o curso prático”. 

Programa de marcação, captura e recaptura de tartarugas marinhas
Em Fernando de Noronha-PE, o Tamar realiza o programa de captura, marcação e recaptura, através de mergulho livre ou autônomo, na Praia do Forte-BA e em Vitória-ES, é através do uso de redes de espera. Tanto nas áreas de desova como nas de alimentação, é feita a marcação de animais encontrados vivos: todos recebem um marcador de metal nas nadadeiras, para identificação e estudo de seu deslocamento e de hábitos comportamentais, além de dados sobre crescimento e taxa de sobrevivência 

O Projeto Tamar começou nos anos 80 a proteger as tartarugas marinhas no Brasil. Hoje, é uma soma de esforços entre a Fundação Pró-Tamar e o Centro Tamar/ICMBio. Trabalha na pesquisa, proteção e manejo das cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil, todas ameaçadas de extinção: tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta), tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata), tartaruga-verde (Chelonia mydas), tartaruga-oliva (Lepidochelys olivacea) e tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea). Protege cerca de 1.100 quilômetros de praias e está presente em 25 localidades, em áreas de alimentação, desova, crescimento e descanso das tartarugas marinhas, no litoral e ilhas oceânicas dos estados da Bahia, Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina. Reconhecido internacionalmente como uma das mais bem sucedidas experiências de conservação marinha do mundo, seu trabalho socioambiental, desenvolvido com as comunidades costeiras, serve de modelo para outros países. O Projeto Tamar tem o patrocínio oficial da Petrobras, através do Programa Petrobras Socioambiental, o apoio do Bradesco Capitalização, e nos nove estados brasileiros onde atua recebe diversos apoios locais.

Veja mais:

Bermuda Turtle Project 2016 from Lulu Hedstrom on Vimeo.

Tartaruga Verde ou Aruanã

Florianópolis - SC

Centro de Visitantes

Mais informações - Visualizar informações anteriores

Petrobras