pagina inicial Petrobras
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Conhecer para proteger: Venha visitar os Centros de Visitantes do Projeto Tamar

10/07/2019 - Os Centros de Visitantes do Projeto Tamar/Fundação Pró Tamar estão espalhados por várias regiões do país e têm como foco a conservação das Tartarugas Marinhas. ↓

Os Centros de Visitantes do Projeto Tamar/Fundação Pró Tamar estão espalhados por várias regiões do país e têm como foco a conservação das Tartarugas Marinhas. Eles funcionam como espaços de convivência e interação e surgiram da necessidade de mobilizar as comunidades litorâneas e visitantes. Exposições, espaços temáticos, tanques com animais e diferentes atividades são algumas opções utilizadas para sensibilizar e ampliar a compreensão do público sobre as ameaças e os aspectos ambientais, sociais e científicos relacionados à conservação das espécies.

Um dos principais objetivos desses espaços é trazer o dia a dia do trabalho de conservação que o Tamar realiza, incluindo os problemas e desafios enfrentados, para perto dos visitantes. Ao vivenciar a cultura local e interagir com um ambiente diferente de seu cotidiano de forma prática e descomplicada, o público acaba por adquirir o conhecimento de forma natural, além de vivenciar emoções, reflexões, dúvidas e inquietações que irão mudar a sua percepção sobre a vida animal.


Hoje, além de promoverem educação ambiental para a preservação das espécies, os Centros geram empregos que contribuíram na mudança da relação das comunidades locais com as tartarugas marinhas. Atendem anualmente cerca de 1 milhão de visitantes que incluem moradores locais e turistas de todas as partes do Brasil e do mundo, levando a mensagem de conservação para muito além das comunidades onde estão instalados.

Localizados em Praia do Forte, Florianópolis, Ubatuba, Aracaju, Vitória e Fernando de Noronha, são espaços de extrema importância para o sucesso do trabalho executado pela Fundação Pró-Tamar. Além de promover educação e sensibilização ambiental, arrecadam grande parte dos recursos financeiros necessários à manutenção das ações de conservação.


Todas as atividades oferecidas foram pensadas para atender diferentes tipos de público, sendo acompanhadas por monitores, técnicos e pesquisadores que traduzem para os visitantes aspectos da vida das tartarugas, além de tratar das suas ameaças e do trabalho desenvolvido para a sua conservação. Dentre as muitas atividades das quais o público pode participar destacam-se as Visitas Orientadas, a Alimentação Interativa dos Animais, a Caminhada de Tartarugas ao Mar, os programas com experiências educativas como o Biólogo por um Dia e atividades culturais regulares como a Serenata no Tamar.

A Caminhada de Tartarugas ao Mar por exemplo, seja de filhotes recém-saídos dos ninhos ou de tartarugas reabilitadas, atrai centenas de pessoas que têm a oportunidade de compartilhar com a equipe do Tamar um momento único, ouvir uma breve palestra e interagir com os pesquisadores após os animais entrarem no mar. O visitante pode ainda consultar a programação local para participar das atividades que acontecem ao longo do dia com horário marcado, como as Visitas Monitoradas, Alimentação Interativa e sessões do Submarino Amarelo.

Além das atividades oferecidas para o público em geral, os Centros de Visitantes funcionam também como espaços de educação não formal, atendendo a mais de 60 mil estudantes e 6 mil professores por ano. A interatividade e sensibilização facilitam o diálogo entre os conteúdos apresentados pela equipe do Tamar e a prática pedagógica cotidiana nas escolas, uma vez que a interdisciplinaridade e o contato com a realidade contribuem para o aprendizado e deixam alunos engajados e motivados para adquirirem novos conhecimentos.


A importância dos animais na sensibilização ambiental
As Tartarugas Marinhas, como o urso panda e o mico leão dourado, são consideradas no Brasil e no mundo espécies-bandeira, definição que se atribui às espécies carismáticas, que atraem a atenção das pessoas. Nos Centros de Visitantes as tartarugas e outros animais são verdadeiros embaixadores das populações selvagens; atraem, sensibilizam e conquistam novos aliados à causa da conservação marinha, o que é fundamental para a conservação no campo (conservação in situ).

Pesquisas realizadas no Centro de Visitantes da Praia do Forte revelaram que 82% dos visitantes que participaram de atividades em que tiveram alguma experiência com os animais e com a equipe do Tamar, em ambientes apropriados, mudaram sua compreensão sobre as ameaças e o trabalho de conservação. Nas atividades sem os animais o sucesso caía para 69%. Nessa pesquisa o público foi ouvido ao chegar no Centro de Visitantes e novamente ao sair, tendo suas emoções e conhecimentos registrados em ambos os momentos.

Graças às boas condições em que os animais são mantidos, a reprodução nos tanques ocorre com regularidade, mesmo não sendo este o objetivo principal. O Centro de Visitantes da Praia do Forte é o único no mundo onde espécies como os tubarão lixa (Ginglymostoma cirratum) e o tubarão rajado (Scyliorhinus ugoi) se reproduzem regularmente.

Atividades desenvolvidas
Listamos as principais atividades desenvolvidas em cada um dos Centros de Visitantes do país e colocamos alguns links para consultas dos depoimentos e para informações adicionais.
Busque o mais próximo da sua cidade e participe!

Tartaruga Tartaruga-de-couro ou Tartaruga-gigante

Oceanário de Aracaju - SE

Centro de Visitantes

Mais informações - Visualizar informações anteriores

Petrobras