pagina inicial Petrobras
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Redes fantasmas continuam provocando devastação

26/01/2010 - Misteriosas redes derivam de lugares desconhecidos e encalham nas praias de Sergipe. A interação rede/tartaruga é hoje o maior problema... ↓

Misteriosas redes derivam de lugares desconhecidos e encalham nas praias de Sergipe.
A interação rede/tartaruga é hoje o maior problema ligado às mortes desses animais ameaçados de extinção.

A captura de tartarugas por artes de pesca é considerada umas maiores ameaças atuais no Brasil e no mundo. Ações que minimizem as capturas tem sido uma preocupação constante da equipe do Tamar. As características da pesca de cada estado do Brasil resultam em ameaças de dimensões diferentes. Sergipe possui a maior concentração de desovas da tartaruga oliva e a maior preocupação é com os índices de mortalidade desta espécie que chegam a 60%.

Muitas vezes as fêmeas estão grávidas (com ovos em formação) representando alta perda biológica para a população reprodutivamente ativa. Registros da interação com a pesca de arrasto de camarão, espinhel pelágico e rede de emalhe já foram registradas nas praias monitoradas pelo Tamar em Sergipe.

Recentemente, nos dias 17 e 19 de janeiro, na praia do Abaís, litoral Sul de Sergipe, a equipe de campo flagrou duas redes de emalhar com mais de 1 km de comprimento cada. Uma delas trazia uma tartaruga oliva presa mas ainda viva, liberada após identificação e marcação. Estas redes não são utilizadas pelos pescadores em Sergipe e provavelmente, pelas características dos petrechos, são utilizadas por pescadores de Alagoas, Bahia ou pescadores de outro estado que pescam no mar sergipano.

 

Tartaruga Cabeçuda ou Mestiça

Oceanário de Aracaju - SE

Centro de Visitantes

Mais informações - Visualizar informações anteriores

Petrobras